A Matilde está Careca

A Matilde está Careca

Professores, educadores, coordenadores ou associações de pais podem inscrever a vossa escola aqui na página COMO PARTICIPAR
Depois recebem o nosso Kit DNV, sem qualquer custo, que inclui um manual e materiais para realizarem atividades inspiradoras sobre a nossa missão.

 

1º PASSO | LER A HISTÓRIA

Era uma vez um menino chamado Pedro. No seu primeiro dia de aulas sentou-se ao lado de uma menina tagarela de olhos azuis e cabelo cor de mel e rapidamente ficaram amigos! Mas um dia a Matilde não apareceu na escola e o Pedro descobriu que ela tinha uma doença com um nome estranho…

Capa_AMEC_ONV_paraSitelojaDNVLER_small

Na sala de aula promova uma Hora do Conto e partilhe esta história com as crianças.

A Matilde está Careca é um obra escrita a várias mãos, por ex-alunos da Faculdade de Medicina de Lisboa, e maravilhosamente ilustrada por José Souto Moura. Estes alunos, hoje profissionais de saúde, contactaram, durante os seus anos de formação, com a presença do Doutores Palhaços nos corredores do Hospital Santa Maria e este livro retrata também a sua visão sobre a importância do nosso trabalho junto das crianças hospitalizadas.

Convide por exemplo um pai / mãe ou encarregado de educação para a ler às crianças.

 

2º PASSO | DAR VIDA AOS PERSONAGENS

As crianças podem, depois da leitura, recortar os personagens principais em bonecos de papel que enviamos a cada sala e criarem a sua própria história!

 

Manual_Atividades_recortes_b-04

• Inventem um nome espetacular para o vosso Doutor, vistam-no a rigor, e ajudem-no a levar alegria a esta menina especial.
• Para a Matilde se sentir melhor, experimentem vesti-la com roupinhas à maneira, cabeleiras e barretes a condizer.


Agora a MATILDE e o DOUTOR PALHAÇO estão prontos para brincar juntos!

As crianças podem depois da leitura, recortar os personagens principais em bonecos de papel e criarem a sua própria história!

 

 

3º PASSO | O JOGO DOS SENTIMENTOS

A Matilde é uma criança igual às outras, a viver uma história diferente.

O afeto é a base do desenvolvimento humano, sendo fundamental que, desde pequenas, as crianças possam expressar as suas emoções, extremamente importantes para o seu desenvolvimento cognitivo, moral e social.

Aprender sobre as 4 emoções básicas (alegria, medo, tristeza e raiva), compartilhar essas emoções, vivenciando os sentimentos, é fundamental para o autoconhecimento e autocontrole emocional!

Convide as crianças, a partir desta história, a expressar esses sentimentos, através de perguntas simples:

Se estivesses doente, ou se alguém especial para ti estivesse doente, como te sentirias? O que seria importante para ti? O que te faria sentir melhor?

Faça uso do BARALHO DOS SENTIMENTOS ou do ROSTO DAS EMOÇÕES para ajudar neste jogo:

 

O BARALHO DOS SENTIMENTOS

Convide as crianças a escrever cada sentimento num pedaço de cartolina: VERMELHO para os sentimentos maus - isolamento, tristeza, dor, etc e VERDE para os sentimentos bons - amigos, cuidadores (médicos, enfermeiros), sorrisos, brincar, etc - criando um baralho único colorido.

 

Manual_Atividades_recortes_b-05

COMO FAZER:


• As crianças recortam vários retângulos de cartolina;
• Em cada cartão VERMELHO, escrevem um sentimento mau - isolamento,
tristeza, dor, etc;
• O cartão VERDE, é reservado para escrever os sentimentos bons - amigos,
cuidadores (médicos, enfermeiros), sorrisos, brincar, etc;
• Ficam assim com um baralho de cartas único e colorido!

 

O ROSTO DAS EMOÇÕES

Cada criança constrói o seu "rosto" em cartão.

COMO FAZER:


• A criança recorta um circulo grande que será o seu ‘rosto’;
• De seguida recorta os elementos do rosto: dois olhos, duas sobrancelhas, o
nariz, a boca, e duas ‘bochechas’.
• Podem pintar ou usar papeis com padrões para colorir cada elemento do
rosto; para as bochechas, podem criar duas alternativas como corar e chorar;
• Usando as tachas, prega os elementos da cara ao rosto, deixando folga para
que estas possam rodar, e assim criar as várias emoções.

Manual_Atividades_recortes_b-06

Disponha as crianças em círculo e coloque o baralho no centro e cada criança retira, à vez, uma carta e muda o “seu” rosto, conforme o sentimento expresso na carta que escolheu.

 

4º PASSO | OS NOSSOS DESEJOS DE MELHORAS

Pense com as crianças numa atividade pratica que possa ser desenvolvida e ter o mesmo impacto da visita dos Doutores Palhaços...

Podem, por exemplo, desenhar POSTAIS DE MELHORAS ou inventar RECEITAS DE ALEGRIA


COMO FAZER:
• Cada criança recorta um retângulo de
cartolina da cor preferida;
• De seguida faz um desenho e/ou
escreve uma mensagem inspiradora.

Manual_Atividades_recortes_b-08

Manual_Atividades_recortes_b-07

 

 

 

 

 

 

LigaPortuguesaContraCancro-01

O desenvolvimento destas atividades contou com o apoio da Liga Portuguesa Contra o Cancro que desenvolve um projeto de apoio à re-integração de doentes oncológicos nas escolas:

E agora que os tratamentos já acabaram?

Após um período tumultuoso de tratamentos chega o momento de regresso à escola. É um desafio igualmente difícil para o qual não nos sentimos preparados…

Conscientes desta dificuldade e da importância da Escola no processo de socialização, a Unidade de Psico-Oncologia da Liga Portuguesa Contra o Cancro o Cancro – Núcleo Regional do Norte está a desenvolver um projeto pioneiro intitulado “Regresso à Escola” na área da oncologia pediátrica cujo principal objetivo é facilitar a adaptação da criança após a doença oncológica.  

A implementação está a ser feita no 1º, 2º e 3º ciclos, através de sessões de orientação psico-educativa e apoio emocional a todos os alunos, equipa pedagógica, encarregados de educação e familiares.

Para mais informações contacte: LPCC - NRN +351 22 542 06 80 www.ligacontracancro.pt